Apr 4, 2007

Adulto ou criança

Conferindo as leituras ao lado, veio-me a surpreendente percepção de que possivelmente estou me tornando adulto, ao menos um leitor adulto. Como toda afirmação contém o seu contrário (mais a negação de seu contrário, assunto esse para a Semiótica), devemos considerar o fato de que leituras tão complexas e simultâneas possam agir mais no sentido de infantilizar-me do que na demonstração de qualquer tipo de sabedoria adquirida. No momento, na verdade, estou é doente, de cama, alguma febre e dores no corpo. Numa de minhas primeiras consultas conscientes em clínica, lembro-me de ter dito a um médico que eram os meus "sintomas de abril", aos quais recorro todos os anos. O referido doutor riu tanto, de um riso tão claramente doentio, como se o tivesse atacado com poesia em momento inoportuno, em vida inoportuna, que prometi nunca mais usar de meu lirismo com médicos ou com outros estandartes da razão. Após os parênteses, não sei se amadureço ou se me infanto, que na doença todos os homens se igualam.

2 comments:

Daniela said...

"na doença todos os homens se igualam". Já ouvi isso várias vezes, mas cada dia concordo menos. Tive a sorte (?) de conhecer pessoas incríveis em dias terríveis. N sei se era coragem, leveza, sensação de vida vivida ou falta de conhecimento sobre a gravidade da doença. Pelo q me ensinaram, as considero especiais. E há as q sentem pavor, não acreditam, desistem, ficam furiosas...
Quem sabe nos próximos anos eu acabe encontrando a semelhança entre todos os doentes. Espero que não. Espero conseguir manter a individualidade de cada um.
E obrigada pela parte q um dia me caberá.

Kah said...

Oi Guto!Estava procurando um blog chamado minhasamenidades, e acabou caindo no seu, sabe se lá por quê, mas que grata surpresa.Adorei teu modo irreverente de escrever, é muito bom de ler.Tua frase sobre os homens se igualarem na doença até tem um fundo de verdade, por que todos os homens que conheci quando doentes tornaram se novamente crianças, e como ficam mimados,hehe...Voltarei prá ti ler mais vees, pois gostei do que vi.Uma páscoa recheada de muito sentimento bom e verdadeiro!!!