May 11, 2007

A quarta capa


Por falta de tempo, ou excesso de mim no tempo que falta, reduzo-me a postar somente um poema, curto, tímido, quase não visto no último baile dos versos. Será a quarta capa do livro lançado em julho. Muita fortuna a todos, não a deusa!

A rigor

A fortuna é a cartola do diabo
Que deus, quando vai à festa,
Gosta de tomar
Emprestado.

p.s.: na imagem, foto de primeira capa da Folha de ontem flagrando o romance inocentemente descabido de dois habituais frequentadores do Parque do Ibirapuera.

1 comment:

daniela said...

Veja se o que eu entendi é aceitável...
O destino é comandado pelo diabo, e deus, quando se cansa da mesmisse, se diverte assumindo as funções do diabo. Não sei se os dois são tão amiguinhos a ponto de partilhar seus brinquedos favoritos.

P.S.: Não vou comentar o seu p.s., correndo o risco de ser tosca demais pro nivel do seu blog.