Oct 18, 2008

Boas novas

Este é um post especial de boas novas que me ocorreram nestes tempos! A minha amiga e diretora Paula Sabbaga topou a canção "Em nome do pai" para seu filme e a Abracabrália vai gravar o samba no fim de novembro. Estou em força máxima com meu amigo e parceiro Guilherme Orosco para conseguirmos logo logo editar o Júlio César (personagem de charges deste blog)! Finalmente achei o tom do próximo livro de poemas que, até onde entendo - e não é muito - vai com jeito à altura da página 50!

Como sempre me disseram que não se contam as boas novas, visto que o primeiro impulso das gentes é ruim, atrelo às conquistas um semi-piripaque que tive nesta semana. Na quinta-feira, depois de umas mil páginas desde segunda, dentre outros afazeres, não consegui mais ler ou fazer nada que custasse esforço mental. Também surgiu uma dorzinha no centro da cabeça que só hoje veio dar lugar a Graciliano Ramos.

No cimo da balança repousa um poema.

soneto do próximo instante
a g. m.

no fim da manhã quando tudo está ermo
e as janelas e portas são laços de enfeite
permaneço imóvel num passado enfermo
com olhares prestes a inventar deleites

o sol que passeia feito um cão soberbo
surge no vão das tábuas nos batentes
no esforço extremo sobre o tempo ileso
põe tudo a mover-se em sua sombra quente

apesar dos corpos, luzes decadentes
ainda ignorarem a força que há em torno
todo o estático irá quebrar-se e urgente

entra na pressa e no furor de um forno
no ar que arremessa soam alguns pingentes
e a casa em festa perde os seus contornos

4 comments:

FlaM said...

Puxa, que lindo poema!
Parabéns pelas nova tão boas e melhoras nas ruins!
bjs, f

Ca:mila said...

Eu gosto disso aqui, gosto mesmo. As palavras dançam.

Guto Leite said...

Obrigado pelas boas críticas e parabenizaçoes! Obrigado também pelos votos, Flá! Tua afilhada voltou para Poa, sabias? Obrigado, Camila, pelas palavras de poeta! Teus versos têm tantos olhos, fiquei muito feliz de conhecer tua poesia.
Muia paixão e vigília!

Priscila Milanez said...

belo texto!