Jun 17, 2007

Particularmente um grande desafio

No dia 06 de julho, estou entrando mais uma vez em estúdio. Desta, para gravar duas músicas. Dentre elas, uma em particular tem se mostrado um grande desafio. A letra que postei aqui mesmo há duas postagens atrás vem atrelada a uma melodia bastante complicada. Segundo o arranjador e pianista, "uma música de alto nível, comparada às melhores, mas quase impossível de ser cantada". Esta observação me fez novamente questionar que tipo de engenho deve preceder a produção artística. Embora já tenha a resposta de que devo sempre tentar o mais difícil e a sutileza necessária ao objeto artístico, por natureza, talvez fosse bem mais fácil compor o feijão com arroz de qualidade (ou não) a que todos estão acostumados a ouvir e gostar. Salvo os notáveis de outros tempos, é isso que se escuta nas rádios, invariavelmente e tudo bem, não é mesmo? Enfim, aceito o desafio, ao menos desta vez, e tentarei executar a melodia com o máximo de interpretação de letra possível. Espero muito conseguir, independente se isto será aceito calorosamente ou não... Apesar de, assim, que pronto, também deseje muito ouvir as críticas, favoráveis ou não, sobre as peripécias do meu intuito.

p.s.: muito agradecido pela nossa centésima postagem!

1 comment:

daniela said...

Viva a número 100. Não costumo me entusiasmar com esses marcos, mas o número 100 é tão redondinho, que pra ele abro uma exceção e fico alegrinha.
As poucas músicas suas que já ouvi não têm melodias óbvias, nem letras com "cara" de música. Parecem poemas combinados com músicas instrumentais. E apesar disso, encaixam.
Tomara que consigas musicar o poema, pois gostei muito dele.