Jun 6, 2008

Solilóquio

Estudei tanto hoje e fiquei tão isolado (para se ter idéia, falei com uma pessoa o dia todo), que não tive muito tempo ânimo - também no sentido latino do termo - para escrever. Também faltou-me a fibra pra escolher um texto e postar. Por outro lado, acho que tem muito mais valia um post indicativo do que nada.

Assim, gostaria de indicar alguns blogs, em especial, que discutem arte e nos servem muito mais do que as sessões culturais nos jornais diários, preocupadas mais no lob cultural do que em qualquer outra. Algo até a ser pesquisado, essa tendência a "eu-notícia" que os blogs propiciam, enfim...

Com muito cansaço, sem mais delongas, visitem quando possível o ARdoTEmpo, o Da Literatura e o Poemargens (links ao lado). Todos capacitadíssimos e vigorosos no que tange o literário. Dão grande fôlego sempre aos dias sem literatura.

Um excelente fim de semana a todos e repleto de versos vivos!

p.s.: uma amiga artista postou hoje um poema meu também do "Poemas lançados fora". Quem quiser dar uma visitinha, a arte dela é uma beleza! http://www.fotolog.com/sissynha/

7 comments:

FlaM said...

Tá bom querido, descansa. Vou lá olhar as coisas que vc indica. Obrigada!
E vê se sai prá falar com as gentes...
bj, Flávia

daniela said...

Isso de passar um dia todo isolada e falar com só uma pessoa é rotina por aqui. E minha sorte é morar com a minha mãe, se não, nem uma pessoa...
Li o poema de ontem até a metade, mas tava tão angustiada, que tava estragando o poema. Volto a ler qnd a poeira baixar.
Dps de quase morrer desidratada, quase ter arrancado todos os meus cabelos, e de ter voltado a roer as unhas, uma década dps de ter abandonado o vício, parece que tudo vai ficar bem. Qnd tiver a certeza de q deu certo, conto o drama todo.
Mais uma vez, obrigada por acender a luzinha da esperança e serenidade que teima em apagar qnd mais preciso dela =)

Guto Leite said...

E tinha esquecido de colocar o link do flog da Sissy, pode? Pode deixar, Flávia, hoje saio! Literatura o dia todo... Dani, acredito tanto em você que o melhor jeito para estar contigo no mundo é estar perto, mesmo no teu silêncio, fazendo a arte que te puxa as pontas da esperança. É certo que tuas forças sempre te resgatam! Espero que todos dêem uma olhadinha nos sites e indicados e se deliciem... Arte!

FlaM said...

Guto, segui tuas migalhinas de pão ontem pela madrugada a dentro. Ponto para Poemargens! Quantas descobertas! Viajei em cada uma delas, muito inspirador! Obrigada. Bj, Flávia
Ps: fiquei apaixonada pelo poema da Angolana Alda Lara que conheci no Poemargens. E achei mais uns:
http://betogomes.sites.uol.com.br/AldaLara.htm

Guto Leite said...

Nossa! Que bom, Flávia, nossa cultura pode ser tipicamente fragmentada, como dizem alguns teóricos do pós-modernismo, mas quem disse que não podemos fazer grandes coisas com isso? Ótimo domingo!

FlaM said...

Querido, ainda não li o post de hoje. Tenho algumas "urgências" para resolver antes de poder lê-lo, mas recebi agora o email do teu comentário lá e queria te dizer que fiquei muito feliz com ele.
Agora que eu vi que eu nem me despeço no comentário anterior! Sabe porque? porque eu ia terminar dizendo que a empreitada na madrugada pelos teus caminhos poéticos tinha resultado num poeminha que eu queria que tu fosses lá ver. Mas eu me censurei, fiquei com vergonha, porque tu podias não gostar daquilo lá e então o comentário ficou daquele jeito inacabado!
Mas agora que fostes sozinho lá e ainda por cima dissestes que gostastes, fiquei toda boba!
beijo! depois eu volto prá te ler!

Heyk Pimenta said...

vi sim o poema no fotolog.

interessante como alguns temas são impensáveis pra alguns poetas. será que eu preciso sair desse hermetismo pascoal?

um abraço, Guto.