Apr 17, 2008

Música por instinto

O assunto de hoje é de fora pra dentro. Viajo a São Paulo para participar de um festival de música, defendendo a música "Revés", minha, de Daniel Coelho & Gui Alves. Lembrei-me então de algo, a meu ver, interessante com relação à composição desse música. Quando a diretora do meu último roteiro (parceria com Ivan Rodrigues)autorizou que fizéssemos a trilha, fiquei alguns dias começando e desistindo de melodias e letras. Quando finalmente veio, numa noite de meio de semana, escrevi nuns cinco minutos toda a letra e gravei a melodia num gravador. Alguns meses depois, quando fomos gravar, nosso produtor e os verdadeiros músicos da banda comentaram como foi feliz o uso da melodia em tal ou qual frase, como ela parece refletir e casar com a letra, além de uma frase de que me lembro perfeitamente: "esse trítono ficou muito bom, Guto". Embora eu saiba o que é um trítono e outras partes mais técnicas, o interessante é que nada foi construído conscientemente ou planejado. Disso surgem, pelo menos, duas hipóteses: ou minha cabeça, a partir do momento em que foi exigida, trabalhou na tarefa subconscientemente para depois içá-la ao nível consciente, ou o sensível tomou as rédeas no momento em que estava mais predisposto a isso. Claro que há outras hipóteses menos razoáveis, mas atenho-me a estas para ainda acreditar em um pensamento de Schopenhauer, aqui um pouco deslocado, de que a forma gera inatividade ao espírito, ou, os espíritos só realizam algo válido quando não se guiam pelo método. Posso concluir isso? Segundo ele mesmo, sim, eu posso.

Segue a letra da música, quem se animar, pode ouvi-la pelo link. Muita arte e rebeldia de espírito a todos!

Revés

Queria ter se dado bem,
Não deu.
Queria ter um pequinez,
Morreu.
Ficou um mês em cana certa vez
Porque mentiu,
Viveu dois anos fora do Brasil.

Queria ter falado inglês,
Não deu.
Queria ter amado alguém,
Morreu.
Nunca criou juízo.
Nunca tirou um dez.
A sua vida toda foi
Revés, revés, revés.

Tentou bancar o tipo mau,
Não deu.
“Um filho só é o ideal...”
Nasceu!
Ficou um mês de cama,
Recebeu a extrema-unção,
Levou o hospital na prestação.

Tentou Artes na Federal,
Não deu.
No amor pequeno e trivial
Nasceu!
Teve o enterro cheio e hoje, aos pés de Deus,
Joga conversa fora, mesmo ateu.

Cheio da Terra, estreita hoje aos pés de Deus,
Muita conversa fora, mesmo ateu.

8 comments:

Douglas said...

Pode. Pode concluir isso, sim. Mas sou mais adepto da idéia de que a matéria reduz a capacidade do espírito temporariamente.

Douglas Celente.

Guto Leite said...

Só pra apimentar, proponho a distinção entre o conceito clássico de espírito, mais próximo à lampejo da racionalidade, e conceito mais moderno, mais próximo à alma e sensações. Onde tudo isso se encaixa?

isaac said...

gostei bastante da letra que, nota-se, já nasceu sob os auspícios de letra, e não de poema adaptado a letra.
narra o fenômeno bastante conhecido de todos nós, que chamo de inconseguir.

Guto Leite said...

Boa a definição, poeta! Não é "não conseguir" por que não há chance real de êxito? Pesquei a idéia? Quando puder, vê o que acha do som gravado também. Críticas sensíveis e sinceras são imprescindíveis!

daniela said...

Gosto tanto dessa música =))

Sabe? Eu só percebi que minhas fotos favoritas eram tecnicamente consistentes qnd outras pessoas apontaram os pontos fortes delas. Os cientistas acreditam que as pessoas sentem-se naturalmente atraídas por coisas bonitas, que seguem determinados padrões. da Vinci e vários outros artistas usaram essas regras vezes sem conta. E eu pergunto: eles conheciam os padrões antes de aplica-los, ou após terem-nos aplicado inumeras vezes perceberam-se de q aquilo era um padrão?

Eu acredito q o domínio das técnicas serve pra produzir bons resultados, e mais vezes, mas acho que as coisas realmente bonitas são aquelas que nascem qnd a parte "metódica" tá a dormir.

OLED said...

Hello. This post is likeable, and your blog is very interesting, congratulations :-). I will add in my blogroll =). If possible gives a last there on my blog, it is about the OLED, I hope you enjoy. The address is http://oled-brasil.blogspot.com. A hug.

Rá! Mentira?! said...

Gu, preciso achar você!

FlaM said...

KKKK
bonitinho...