May 23, 2009

Obituário

Estava com um poema no forno para postar aqui, quando por acaso assisti ao programa do Paulinho Moska no Canal Brasil em homenagem ao compositor Zé Rodrix, que morreu há alguns dias. Confesso que não conhecia a obra do compositor mais do que sua história - concebia-o similar ao entrevistador, cancionista mais ou menos, de uma canção só -, embora "Casa no Campo" tenha sempre sido uma de minhas canções prediletas. Duas de suas colocações me tomaram de assalto e me fizeram dedicar o post de hoje à sua vida de compositor. A primeira: que devemos voltar a canção! Segundo Rodrix, nas últimas décadas, começou-se a pensar em show, em imagem, em proposta, e a canção mesmo, coitadinha, ficou em segundo plano. Assino embaixo. A segunda: que as canções escolhidas tem que ser aquelas que emocionam primeiro o compositor. Se o fazem, estão prontas. Não poucas vezes, mas também não muitas, chorei ao término de determinada canção! É realmente intensa a energia envolvida no momento em que se compõe. Confessei a um amigo nestes tempos: um poema fica dias na cabeça, fermentando; uma canção te atormenta, te incapacita, até ser colocada no papel... Após a entrevista, fui atrás para descobrir o talento de Zé Rodrix. Viva a memória do compositor! Dois vivas para suas idéias! Três para suas canções!

2 comments:

Laurene Veras said...

E eu vi ele tocando com Sá e Guarabira, qdo eu tinha uns 17 anos, enchi o saco do meu pai pra me levar no show, e numa cidade estranha pra mim, tava de férias, o pai me levou, e eu tava lá, sozinha no show,o pai so deu a carona, mas eu tava lá...Coisa né? Que bom que eu tava lá! E que bom que to aqui agora, e vc tb tá tchê! bjo

valéria tarelho said...

O ZR era mais a minha geração, lembro que além de Sá, Rodrix e Guarabira ele fazia parte do Joelho de Porco...mas, Guto, vc nem sonhava nascer..rss

Leia esse "artigo", vc vai ficar a par de outras facetas do Zé, um grande cara. Talentosíssimo!

http://www.voadores.com.br/site/geral.php?txt_funcao=colunas&view=4&id=353

Beijo, BIG domingo!