Nov 2, 2008

Agrado?

Há uns tempos, eu havia postado a letra dessa mesma canção aqui, à época com outro nome, e rolaram várias boas críticas, sugestões e afins, que me ajudaram muito a refinar, aparar etc. Recentemente, algumas das gratas presenças deste espaço me emocionaram muito ao falarem sobre minhas canções, que certamente é arte que mais me consome, no sentido de eu ter muita facilidade pra fazer e grande, mas restritissimamente pessoal, reconhecimento. Por tudo isso, mais uma vez, corro o risco de gravar à capela e com um microfone bem ruim, pra trazer a melodia dessa canção. Em março, gravo com a Abracabrália com mais cuidados e salamaleques necessários. Obrigado Tággidi, Valéria, Issac e Ique pela co-autoria destes versos.

Aves & Insetos

Ouvidos pirilampos quando
Ouvem, piscam; quando
Voam, saltam; quando
Brincam, riscam os céus.
Nos úmidos desertos sonham
Luzir seu brilho esparso como
Um meio de voar mais alto
Fugindo dos insetos.

Ave, andorinha, linda linha
Branca no ar azul,
Bem acima dos pântanos,
Além dos obstáculos.
De vez em quando baixam e, por descuido,
Mudam seu habitat,
Engolem um pirilampo
E piscam-piscam por dentro.
Engolem um pirilampo
E piscam-piscam por dentro.

p.s.: e continuo achando que estou falando sobre arte nesta canção, rs.

9 comments:

Ca:mila said...

que bonita letra! fico eu imaginando a melodia.

Guto Leite said...

oi Camila, a melodia, precariamente gravada, está lá no meu myspace pessoal, com o link do lado direito. Obrigado pelo elogio, caríssima! Grande beijo.

apesardoceu said...


fala mano véio

vou lá ouvir!!!!

arte, arte com certeza!

apesardoceu said...

ô rapá!

tem o canto do palhaço, reves e em nome do pai só...

não achei essa....


ahhhh e sobre os meus riscados
se algum te cantar fica a vontade!

braço!!!

compulsão diária said...

Fala sobre arte? Canta arte de priemeira. a sonoridade dos versos é a melodia. Hit parade imediato, Guto. Agora, aguente o sucesso e conversse consigo pq vai ter conflito entre esse eu tímido, exigente e o públido. Ah, se vai! Beijos. Lindos versos, lindos. coisa de quem sabe da linguagem, do som das palavras. Arrasou!

elisa said...

"ave, andorinha, linda linha"
lindo verso, guto! e obrigada pela visita!
vi agora no seu blog que voce nao esta mais em sp... tudo de bom pra voce no sul :-)

Heyk Pimenta said...

Não gosto de, e nem faço, imaginar o poema com metáfora, leio o que ele tá falando e imagino o que tô lendo. Não faço concessões de significado pra nada, Pra mim a metáfora não tá com nada. Gostei do que li e nem me preocupei, até deu uma brochada quando veio essa espécie de corte do segredo no fim.
ótimo. Sò ouvindo pra saber como fica. Pra mim por enquanto é só poema.

Là vamos nós, gutão.

Acho que não tinha lido antes não. Será? Sei lá.

Karla Jacobina said...

Olá Guto!

Fiz questão de vir aqui agradecer a crítica. De comentários como que legal-que bonito-que bacana os artistas estão fartos. Mas a título de curiosidade, gostaria de perguntar, qual final você gostaria de ler naquele meu texto?

A propósito, insetos e aves está de arrepiar as penas. Ou as antenas. Sonora/visualmente criativa.

Um beijo.

Guto Leite said...

Salve caríssimos colaboradores! Agradeço imensamente o alto nível de diálogo que mantêm neste espaço, realmente fico muito feliz e motivado a propor discussões cada vez melhores. Agradeço também aos elogios e já me desculpo com o Heyk, também não gosto de colocar chaves de canção (ou poema), mas é porque já havia uma discussão prévia sobre isso, enfim... Muita arte a todos, e neste caso, tenho a felicidade de dizer que estes todos já a tem de sobra!