Nov 25, 2008

Como foi em Sampa

Salve, caro Victor. Em resposta à tua pergunta de como foi em São Paulo, posto a única coisa que consegui fazer por lá. Ajudei meu amigo na edição do filme de setembro, revi correndo outros amigos, passei pela Unicamp, fui esporadicamente magoado e esporadicamente magoei nesses trajetos. Ou seja, o costumeiro... Pra ouvir o som, basta clicar no nome, linkado à minha página no myspace. Crítica ferrenhas igualmente bem-vindas quanto às canções.

Em nome do pai
Guto Leite & Thiago Lourenço

Onde será que está?
Será que alguém viu?
Quem pode me contar
Saiu.
Se foi sem me avisar,
Não se despediu.
Por que não quer voltar?
Sumiu.

Às seis da manhã,
Eu vou.
Depois de brincar,
Eu vou.
Correr, pedalar,
Eu vou.
Eu vou para achar,
Meu pai.

Sorrir amanhã,
Eu vou.
Se Deus me ajudar,
Eu vou.
Chorar, abraçar,
Eu vou.
Chorar pra abraçar meu pai.
Chorar pra abraçar.

Vai ver é aquele ali.
Parece comigo.
O mesmo ar, feliz
Menino.
E aí? Como é que vai?
De onde que é?
Pensei que era meu pai,
Não é.

Sorrir da manhã,
Eu vou.
Se Deus me ajudar,
Eu vou.
Chorar, pedalar,
Eu vou.
Eu vou para achar meu pai.

Às seis amanhã,
Eu vou.
Brincar de depois,
Eu vou.
Correr, abraçar,
Eu vou.
Correr pra abraçar meu pai.
Correr pra abraçar.

5 comments:

Victor Meira said...

Cara, a música é ótima. Muito gostosa. Chapei no Canto do Palhaço também.

Hojê tô de contemplador e de sentidor (deixei o crítico canalha na mochila).

Bacana demais, Guto. Viva!

FlaM said...

Ai, Guto que lindo! Que coisa boa poder ouvir! Obrigada! bj, f

Ca:mila said...

também gostei do ritmo e tudo mais, parabéns!

bjos

Julia said...

Desculpa a invasão, mas Em nome do Pai, surtei. De bom! Parabéns :-)

Guto Leite said...

Salve, queridos. É muito receber uma onda de ânimo e elogios assim, mesmo! A canção é certamente um ponto não resolvido em minha vida em vários sentidos. Agradeço e silêncio.